segunda-feira, 3 de agosto de 2009

QUE DECEPÇÃO - Antonio Fagundes: “Vou peitar a lei e fumar”

Fonte: http://revistaquem.globo.com/Revista/Quem/0,,EMI85734-9531,00-ANTONIO+FAGUNDES+VOU+PEITAR+A+LEI+E+FUMAR.html Ator interpretará um fumante no teatro diz a jornal que não levar cigarro para cenas é “censura” QUEM Online Antonio Fagundes, que viverá um fumante na peça de teatro “Restos”, não pretende seguir a Lei Antifumo no espetáculo. “Vou peitar isso e fumar. Temos um problema de censura. É um precedente grave se a gente não fala nada”, disse o ator ao jornal “Folha de S. Paulo”. Fagundes só poderia fumar em cena no estado de São Paulo com a liberação de uma liminar. Para o ator, os fumantes concordaram muito rápido com as proibições impostas pelo governo. “Fiquei surpreso que os fumantes tenham ficado quietos. O brasileiro está muito quieto para tudo. Espero que os fumantes não votem nas pessoas que aprovaram esta lei.” Fagundes também disse ao periódico que “começa assim; amanhã, vão dizer que não pode beijar na boca porque passa gripe suína; depois, não pode mostrar assassinato (em cena), porque é contra a lei. As pessoas não perceberam, a liberdade não se perde de uma vez.” “Restos”, monólogo de Neil LaBute, estreia em São Paulo no próximo dia 20.
Nossa e eu "era" fã do Fagundes, depois dessa não sou mais. Se ele não respeita nem meu direito de não fumar junto com os fumantes........
Inacreditável que o pessoal ainda faz apologia ao fumo :((((((
Tenho o direito de não ser uma fumante passiva.
Espero que "ele" (Fagundes) lembre os eleitores de "não votarem" nos que roubam no Congresso. Affffffffffffffffffffffffff.
Beijos a todos.
Gi (indignada)

3 comentários:

Roberta disse...

Olá!!!!

Eu compreendi de uma outra forma... o que ele defende aí vai muito além de fumar ou não.
Ele mostra que o brasileiro está a abaixar a cabeça para tudo que os governantes falam...

Aliás, a culpa de haver tantos fumantes é do próprio governo capitalista... assim como alcóolatras... primeiro eles lhe dão a droga... ganham horrores de dinheiro com isso e depois proíbem...

Isso é uma forma de governo arbitrário... tipicidade de uma ditadura...

Enfim, não estou a distorcer as palavras do ator, mas a interpretá-las de modo adverso.
Mesmo sabendo que o Governo está reprimindo aqueles que ele mesmo incentivou, sinto por esta lei não estar em vigor no DF....

Abraços!!!!

Anônimo disse...

Olá! Já fui assistir a peça RESTOS com Antonio Fagundes! A peça é extraordinária, uma linda e apaixonante historia de amor sem falar numa grande revelação de vida! E em relação ao tão falado CIGARRO... Ele acende apenas 2 no palco, mal coloca na boca e é tão loge do público a fumaça nem chega perto! VALE CONFERIR!!! Sem falar ele tá LINDOOOOOO demais!!!
Julieta

Anônimo disse...

Sem falar que ele não faz qq tipo de apologia ao cigarro não, mto pelo contrário, o personagem fala mal do cigarro.